Volume
Redes
Sociais
Homem sem pênis é preso pela Polícia Civil acusado de estuprar a enteada de 13 anos em Capão do Cipó
14/03/2018 - 8h51 em Novidades
Um homem de 54 anos denunciado pela enteada de 13 anos por estupro de vulnerável em Capão do Cipó foi preso pela Polícia Civil na tarde desta terça-feira (13) ao chegar para prestar depoimento no Cartório de Proteção à Criança e ao Adolescente (CPCA) de Santiago. A prisão preventiva foi decretada pelo Poder Judiciário após solicitação do CPCA.

Segundo a Polícia Civil, a menina contou para a mãe que vinha sendo abusada sexualmente pelo padrasto há aproximadamente um mês e que era ameaçada por ele para não contar sobre os abusos senão seria expulsa de casa. O Conselho Tutelar de Capão do Cipó foi procurado e conduziu a menina e mãe para o registro da ocorrência em Santiago, no mês de Fevereiro.

A menina relatou que o padrasto lhe beijava na boca e fazia carícias em seus seios e em seu órgão genital e que somente não ocorreu penetração porque o acusado não possui o pênis.

Em depoimento, o padrasto negou as acusações e alegou que não poderia ter estuprado a enteada já que teve o pênis amputado há 3 anos em decorrência de um Câncer. Ele foi encaminhado para o Presídio Estadual de Santiago onde ficará a disposição da Justiça.

De acordo com a Polícia Civil, responde por estupro de vulnerável quem pratica qualquer tipo de carícia forçada nas vítimas menores de 14 anos, não sendo necessário haver penetração para confirmar o crime.

O nome do acusado não foi divulgado para preservar a identidade da vítima, conforme determina o Estatuto da Criança e do Adolescente. O caso está em investigação.
Fonte: Rafael Nemitz
 
 
COMENTÁRIOS